Visando o golpe, Bolsonaro privilegia sua base armada: Bate-papo com Hélio Doyle

A previsão de recursos no Orçamento da União, sanciodado pelo presidente Jair Bolsonaro, para reajuste salarial dos servidores da área da segurança não tem objetivo eleitoral, como muita gente tem apontado. O objetivo é privilegiar a base armada do fascista que ainda não desistiu do golpe.

O alerta é feito por Hélio Doyle neste Bate-papo.

Nosso analista também comenta sobre a previsão de recursos do Fundo Eleitoral, apontando a hipocrisia dos críticos do financiamento e denuniciando que o que querem alguns setores é a volta do financiamento eempresarial das campanhas.

No Baú, o Hélio rememora como a esquerda conseguia recursos para combater a ditadura.

Confira:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.