Vingança e Castigo, um belíssimo filme no mês da Consciência Negra

Por João Negrão

O filme Vingança e Castigo é daqueles que você simplesmente sugere: assista! Está na Netflix.

Você termina de assistir e quer falar aos borbotões sobre ele, tecer os comentários mais profícuos e as imagens mais exuberantes.

Sim, ele é uma exuberância de filme. Um faroeste espetacular e com uma narrativa além da sofisticação que os grandes faroeste nos proporcionam.

E há um detalhe nele: um filme protaganizado por negros, algo raro nos werstern. Contudo, garantem, ser baseado numa história real.

E escrito, roteirazado e dirigido por um negro. Ah, esse Jeymes Samuel! Que cara! Uma direção impecável e uma condução primorosa de todos esses atores e atrizes que nos ferem a medula.

É impossível não nos permitir abrir as entranhas nesse filme e nele penetrar cada cena, cada diálogo, cada breve efeito, cada ousadia que ele nos permite. É encantador e instigante em todas as pouco mais de duas horas de duração.

Vou ter que ficar por aqui: assista!

One Reply to “Vingança e Castigo, um belíssimo filme no mês da Consciência Negra”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.