Goiás Encanto & Prosa transmite ao vivo lançamento de livro na União Brasileira de Escritores

Por Zezé Silva

O programa Goiás Encanto & Prosa transmite ao vivo na noite desta terça-feira, 07 de dezembro, a solenidade de lançamento do livro O Escritor Como Personagem. O evento é promovido pela União Brasileira de Escritores (UBE) – Seção Goiás, em parceria com a Contato Comunicação e com o Jornal Opção, e acontece a partir das 20 horas, na sede da entidade, com a presença de autores goianos, personalidades da área da cultura e da imprensa.

Idealizado pelo presidente da UBE – Seção Goiás, Ademir Luiz, o livro reúne contos de 24 autores goianos. Todos foram instigados a escrever um conto no qual o personagem central é um escritor de sua preferência. Além de Ademir Luiz, integram as 132 páginas da edição os escritores goianos Adelice da Silveira Barros, C.J. Oliveira, Cristiano Deveras, Edival Lourenço, Elaine Maria Machado, Eliézer Bilemjian Ribeiro, Geraldo Rocha, Hélverton Baiano, Iraides Barbosa, Itaney Campos, José Eduardo Umbelino Filho, José Fábio da Silva, Lêda Selma, Leonardo Teixeira, Luiz de Aquino, Miguel Jorge, Rafael Fleury, Rosy Cardoso, Simone Athayde, Solemar Oliveira, Sônia Elizabeth, Talissa Teixeira Coelha e Valéria Victorino Valle.

Entre os contos reunidos no livros estão:

Jorge Luis Borges – Borges, o outro é o eco, de Ademir Luiz:

Clarice Lispector e Fernando Pessoa – O encontro de duas mentes inquietas, de Iraides Barbosa:

Edgar Allan Poe – O insuspeito, de CJ Oliveira:

Albert Camus – Exilados, de Solemar Oliveira:

Guimarães Rosa e Manoel de Barros – Labuta pra coisar melhor, de Hélverton Baiano:

Kafka – Um retorno, de Simone Athayde:

Clarice Lispector – Coisa estranhamente familiar, de Miguel Jorge:

Intimidades Literárias, de Luiz de Aquino Alves Neto:

E Nathaniel Hawthorne – Viver com um estigma, de Elaine Maria Machado.

A escritora goiana Iraídes Barbosa pondera que a literatura não deve apenas transmitir, mas instigar e provocar. “Assim, além de estar revestida das beneficies de instruir enquanto ferramenta, se transforma em algo ainda mais poderoso e impregnado de liberdade de criação, regando o nosso imaginário. Os escritores são também leitores assíduos. Escrever um conto cujo personagem é um escritor que você admira é a oportunidade de experimentar o prazer de conduzir aquele ídolo, guiando os seus atos. Desse modo, aqueles que conduziram muitas histórias, deixando um importante legado, passam a ser parte integrante de novas histórias.”

Esta é a terceira iniciativa feita pela UBE – Seção Goiás em parceria com a Contato Comunicação e com o Jornal Opção. Além de O Escritor Como Personagem, já foram realizados dois projetos – Poemas da Pandemia e Contos da Pandemia. O livro O Escritor Como Personagem foi editado por Ademir Luiz e pelos jornalistas Iuri Godinho e Euler de França Belém.

A cerimônia será transmitida pela página do Goiás Encanto & Prosa no Facebook e pelo canal do programa no youtube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.