Palestra sobre câncer bucal e hepatite é tema de campanha em Jaciara

Foto: Guilherme Rocha

A Secretaria Municipal de Saúde de Jaciara, por meio da Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde, deu início à semana de Prevenção e Combate à Hepatite e Câncer Bucal, com palestra sobre o assunto, na UBS 6, no Jardim Aeroporto.

A palestra foi proferida pela cirurgiã  dentista  Roseli Schurh, pela enfermeira Francisca Andreia e pelo  médico Rogério Lopes, que orientaram os participantes quanto a gravidade que pode ocorre, caso a prevenção não seja feita.

“No Brasil, a doença está na terceira posição dos cânceres. Já no Estado de Mato Grosso está na quinta posição. Essas doenças precisam ser abordadas e combatidas. Precisamos esclarecer para população jaciarense sobre seus efeitos”, disse a dentista Roseli Shurh,  Coordenadora de Saúde Bucal.

Para a profissional, às vezes, o paciente quando procura pelo atendimento médico tem dúvidas sobre os principais sintomas da doença, que podem ser outras enfermidades relacionadas à região da boca.

Dados – Esse tipo de câncer é uma neoplasia maligna que afeta lábios e estruturas internas, como gengivas, bochechas, céu da boca e língua. Cerca de 14.700 casos de câncer de boca são previstos em todo Brasil até o final deste ano, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA)

“As pessoas costumam confundir pequenas lesões. Algumas situações que, pacientes precisam fazer exame de biópcia. Geralmente, quando o dentista identifica a doença, encaminha o paciente para o oncologista, profissional  capacitado para atender esse tipo de enfermidade”, completou. 

Já sobre a hepatite, segundo o clínico municipal,  leva à degeneração do fígado, e os agentes causadores podem ser: vírus, infecções, medicamentos, uso de drogas, abuso de álcool e até mesmo doenças genéticas e metabólicas.

“É importante a conscientização da informação. As pessoas precisar de informações para se prevenir.  Por exemplo, as três principais hepatite virais: A, B e C, são transmitidas de maneiras diferentes. A hepatite A é contaminada por alimentos, com utilização de utensílios domésticos como  copos e pratos.   A hepatite B é transmitida pelo sangue.  Essa é  mais fácil de ser identificada por exame de sangue. Já a hepatite C, sendo a  mais grave,  geralmente, não dá sintomas ao paciente e é difícil de fazer o diagnóstico”, explicou o médico Rogério  Lopes Posser. 

Câncer bucal

Sintomas – Úlceras que cicatriza por maias de duas semanas; manchas  brancas avermelhadas ou pretas; perda de peso; dormência; caroços; sangramento; e rouquidão.

Fatores de Risco

Uso de tabaco em todos as suas formas (cigarros, palheiro, narguilê,cigarro eletrônico;  Uso de álcool; exposição ao sol; Papiloma Vírus Humano (HPV); Traumas persistentes (próteses mal adaptadas).

Hepatite

Sintomas – Urina escura, fezes claras; dor de cabeça, mal-estar; dor nos músculos e nas articulações; dor no abdômen direito; pele e olhos amarelos; perda do apetite, emagrecimento;

Fonte: Everaldo Galdino – Ascom da Prefeitura de Jaciara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.