A falácia da injúria racial: análise de Beethoven Andrade e Nieta Costa

Injúria racial é figura jurídica para camuflar o racismo? Toda agressão verbal não seria uma expressão de racismo, ainda que dirigida a uma pessoa? Não seria a injúria racial de fato o racismo, já que quem a comete tem (em geral conscientemente) a observação de que o negro ou outra raça é inferior? E a situação da mulher negra neste contexto todo?

Estas e outras questões são analisadas nesta edição do programa “Advocacia e Igualdade Racial”, com o advogado Beethoven Andrade, presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB do Distrito Federal, e nossa convidada Antonieta Costa, pedagoga, geógrafa, especialista em Educação para a Igualdade Racial e em Educação Integral, membro do Conselho Estadual de Educação do Estado de Mato Grosso e fundadora do Imune (Instituto de Mulheres Negras) e da Casa das Pretas, em Cuiabá.

Confira:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *