Latifúndio se arma contra as comunidades tradicionais: Teobaldo Witter, do CDDH de Mato Grosso

Quarenta anos após chegar a Mato Grosso e iniciar suas atividades de evangelização e participantes dos movimentos de defesa dos direitos humanos, o pastor e professor universitário Teobaldo Witter começa a reviver a mesma situação presenciada quatro décadas antes: as constantes violações dos direitos humanos, especialmente contra os povos indígenas, quilombolas e pequenos agricultores, promovidas pelos latifundiários.

Este é um dos temas desta entrevista concedida à TV 61, na qual o atual secretário do Conselho de Defesa dos Direitos Humanos do Estado de Mato Grosso fala também sobre as constantes violações dos direitos dos negros, mulheres e LGBTQI+, num crescente à medida que avança o estado autoritário em nosso país.

Iniciamos nossa conversa com Teobaldo Witter fazendo um retrospectiva da luta por direitos humanos no estado de Mato Grosso, nas décadas de 70 e 80, a formação de núcleos de defesa dos direitos humanos, e a estruturação dos conselhos de de defesa dos direitos humanos nos âmbitos da Igreja Católica, estado e municípios.

Pastor da Igreja da Confissão Luterana, Teobaldo, tão logo chegou a Mato Grosso, se integrou a esses movimentos e construiu uma história de mais de 40 anos em defesa dos direitos humanos e da vida.

Confira a entrevista:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *